quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Há Destino na vida? [*]


Através destes versos, meio sem rimas e meio longos, é que vou dizer...

O que a vida me reserva?
Será a tranquilidade, a felicidade ou a angústia do caminho das trevas, da escuridão?
Ando procurando uma resposta para pergunta de uma palavra só:
Destino!?

Há quem acredite que ele exista.
Há quem se pergunta por ele.
Há também quem não sabe ao menos o que ele significa.

Vou dizer um segredo particular. Agora não mais secreto.
No Destino, eu não acredito. Sua palavra existe para mim, mas seu valor de predestinação, não!
Não acredito que nascemos com um propósito nem para um objetivo.

Acredito na história que se faz presente, se faz constantemente no momento agora.
Não desconsidero o futuro, pois dele preciso frequentemente.
Eu crio meu futuro. Sou responsável pelo meu amanhã.
Eu crio meus objetivos. Eu crio meus obstáculos.
Mas, também sou eu que os alcanço e luto para derrubá-los.

Se você está feliz com o seu trabalho, com a sua família, com seus amigos..
Se você, neste mundo, está feliz com seu dinheiro suado..
Se você tem um casa para morar e o que comer todos os dias...
Se você conheçeu alguém que lhe deixou alegre e lhe deu carinho...
Você acredita que é seu Destino?
Em algum momento, alguém reservou tudo isso para você?

Fico pensando nas crianças da África, morrendo de fome, desnutridas.
Morrendo, infectadas pelo vírus HIV..
Fico pensando nas pessoas que morrem devido ao câncer..
Fico pensando naquele índio que morreu queimado por jovens, na calçada de uma rua destas..
Fico pensando na mãe que vê seu filho ser assassinado na sua frente por alguém que rouba,
procurando o que comer.
Fico pensando naquelas pessoas que lutam para ganhar uma pequena quantia, enquanto outros poucos
ganham milhões e até sobra para colocar na cueca..
Fico pensando no marido que mata a esposa...

É esse o destino dessas pessoas? É justo?
Quer dizer que devo dizer às crianças que seus sonhos são bobagens, uma vez que seu destino já está traçado?
Está reservado isso para uns e aquilo para outros?
Qual é o critério?

Há aqueles que acreditam em Destino.
Conheço algumas pessoas que acreditam em Destino e eu as considero como pessoas geniais.
Conheço pessoas solidárias, felizes, de bem com a vida e que acreditam em Destino.

Portanto,
Não vou julgar e não vou criticar.
Mas, acredito piamente que Destino não existe.
Não acredito que a vida reservou um caminho de sofrimento para uns e a simples felicidade para outros.

Sou o que faço a cada dia, a cada minuto, a cada segundo.
E, assim, vou seguindo, seguindo e seguindo.
Acredito que 'eu' juntamente com este meu 'mundo' somos responsáveis pelo que somos
e pelo que tornaremos daqui pra frente.

Angustio-me às vezes por não ter respostas suficientes.

Mas, ao mesmo tempo me sinto bem em poder acreditar..
Acreditar que eu posso mudar.
Acreditar que posso escolher.
Escolher o que caminho que quero seguir. Vou levando deste modo.
Pois, assim, sei que posso "Ser".
Jones Barreto

4 comentários:

Evandro Oliveira disse...

Não sou cristão, mas compreendo esse dia como importante para todo o ocidente, e sei que uma forte energia de bondade domina os corações nesse momento. Espero que essa data tenha um significado maior do que essa onda consumista que se tornou para os povos ocidentais, e que o desejo de paz, amor e compreensão domine seu coração.
Feliz Natal!

Passe no blog, tenho uma postagem sobre um livro que adoro.

http://sabordaletra.blogspot.com/

Essência Egocêntrica disse...

Muito bom texto Joness
Tbm não acredito em destino, aliás tirestes as opiniões da minha mentee...concordo em tudo!!
Aproveitando..
Queria te desejar um Feliz Natal, tudo de bom, que Deus o abençõe e te ilumine sempre !!
Sou fã nº 0 do seu blog..
Abraço !

Meus momentos, minhas histórias. disse...

Fiz questão de vir deixar um comentário de Feliz Natal pra você. Quero primeiramente me desculpar pelo sumiço, não esqueci você.. Hein? Só estou sem tempo. Final de ano é mesmo complicado. Quero desejar que essa noite seja muito boa pra você, que compartilhe momentos maravilhosos com sua família e amigos. Saiba que você é muito importante pra mim.. Em pouco tempo que nos conhecemos através do blog, eu confesso.. que conversar com você e ter contato com pessoas como você é realmente muito importante pra mim. E, se não nos falarmos até 2011.. Bom, que seja uma virada muito, muito boa. E que o ano que virá, traga junto dele muita alegria, paz, oportunidades.. E coragem, para enfrentar os imprevistos da vida.

Eu não sou chique como você pra mandar uma mensagem em francês. Mas, no português mesmo.. Você é muito especial pra mim! Ótimo Natal.


Beeeeeeeeeeeeeeeeeeijos.

Dragoni disse...

Mais um texto cativante...
Penso todos os dias no destino. Digo destino, como fatos que vão ocorrer, pois nele também não acredito.
Sempre achei incrível como fatos tão singelos têm a capacidade de mudar todo o percurso de uma vida.
E uma coisa eu digo: se você constrói a sua vida, certamente constrói a dos outros também.
Parabéns pelo texto.
Grande abraço.

Visitantes Online