quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Escrita particular... [*]

Para que a escrita apareça,
é preciso muito mais do que um lápis ou um teclado cheio de botões.
Para que a escrita apareça, é preciso que algo apareça.
Que algo tão simples, mas que eu não conheça,
simplismente, permaneça.
A escrita é meio particular. Não se faz na hora que se quer,
E, às vezes, nem como se quer.
A escrita nasce de um momento, onde então surge o silêncio,
capaz de provocar até mesmo um sentimento.

Escrever, é um pouco de você.
De repente começa e você até se espanta.
As palavras vão surgindo, sem qualquer preparação.
Seja noite ou seja dia. Surgem e tomam forma,
Tornam-se uma melodia.

Estranhamente, as palavras vão se unindo.
desembaraçam e se entrelaçam. O motivo é apenas seu.
Uma lembrança, uma história, um barulho, um toque.
Aí você acorda. O momento acabou.
Sem perceber, você simplismente terminou.

Aí você entende que a escrita é meio particular.
Surge sem saber porque,
Vai embora sem você ao menos entender.
Por hora, você percebe que naquele instante,
você foi apenas você.
Jones Barreto

9 comentários:

Meus momentos, minhas histórias. disse...

Sempre dizendo tudo em seus posts! Pois é, escrevendo nós conseguimos passar coisas que muitas vezes nem sabíamos que estávamos sentindo. Sabe, nunca me achei com talento à escrever. Mas, confesso que nas poucas linhas que consigo me expressar.. Já sinto uma grande diferença em mim. Parabéns pelo blog. Não canso de elogiar aqui rs *-*

Essência Egocêntrica disse...

Achei seu blog por acaso e me encantei com os belos escritos. Sou frequentador assíduo.

Queria muito me tornar parceiro, pois sou novo no ramo e preciso divulgar meu blog, pois faz apenas um mês que o criei.
Desde já, digo que estás na minha lista de parceiros.

http://essenciaego.blogspot.com/

Espero ajudarmos um ao outro.
Abraço. Sucesso !

Essência Egocêntrica disse...

Oláa! Fico muito grato por saber que posso contar com você; ainda não possuo muito onhecimento na area, mas se eu puder ajudar não exite.
Ahh em relação às figurass, ao contrário de você, eu nunca consegui enxergar os números..hehehe

Abraçoo.

Dragoni disse...

Curti o blog meu caro!
Ah, esse poder das palavras, quase como uma vida própria... Fascinante, não?
Vou passar aqui mais vezes, parabéns pelos textos!
Abraço!

Evandro Oliveira disse...

Você escreve muito bem Jones, traduziu em ação direta exatamente o que o texto fala.
Obrigado por indicar meu blog.
Sou fã do pequeno ser, pode ter certeza!

http://sabordaletra.blogspot.com/

Meus momentos, minhas histórias. disse...

Fiquei com saudades de você! Beijos..

Evandro Oliveira disse...

Jones,
Acho que ter um blog significa ter um espaço para expor nossos sonhos, desejos, aquilo que nos toca e move nosso coração, nossa indignação, nossos gostos musicais, os filmes e livros que marcaram nossa vida.
Com três meses de existência o blog Sabor da Letra fez amigos, se emocionou, se indignou, riu, aprendeu muito com cada um dos blogs abaixo, e é por considerar que seu blog tem o doce sabor da letra que entrego o “Selo Esse blog tem Sabor”
Passa no meu blog e pegue-o, caso tenha interesse.

Abraços
Evandro Oliveira

http://sabordaletra.blogspot.com/

Lucas M. disse...

que lindo texto. é exatamente o que penso porque escrevendo inconscientemente não sabemos o porque da união de algumas ideias...

virei seguidor de seu blog...passa lá no meu:
http://semomitirorealcotidiano.blogspot.com/

abraços..

Raquel Amarante disse...

"Aí você entende que a escrita é meio particular.
Surge sem saber porque,"

E engraçado, que ao mesmo tempo que sai de nós, nos invade...

Visitantes Online