domingo, 15 de maio de 2011

Permitir escutar.

Talvez, 
Eu não tenha a resposta que mudará o seu caminho
ou lhe tornará uma pessoa melhor. 
Mas, buscarei ouvir-lhe com toda a minha atenção e sensibilidade.

Sentindo raiva ou expressando seu ódio,
Estarei logo ao seu lado.
Ouvindo o que tem pra dizer.

Permitirei-me ouvir, sem julgamentos, cada palavra ou gesto que a mim dirijir.
Permitirei-me lhe ajudar, sem a minha vida eu misturar.
Não vou mentir.
Mas, se preciso, omitir.
E, assim, caso você me permita,
eu responderei.
Sem truques ou mentiras.
 Que as palavras sinceras serão as sempre ditas.
Daqui pra frente, então,
meu acordo será este:
Caso queria conversar,
Vou me permitir.
Irei sempre lhe escutar.


(Jones Barreto)

Nenhum comentário:

Visitantes Online